19 ideias de negócio Garantido Com Pouco Dinheiro

Ilustração de uma Startup

Então, você decidiu que é hora de abrir seu próprio negócio, mudar de vida e ter a tão sonhada liberdade financeira que você vê por ai muitos pregando.

Mas e então? Que tipo de negócio você pretende abrir?

Qual é o tamanho do seu capital hoje, e melhor, quanto irá precisar para iniciar esse projeto?

Você ainda não faz nem ideia de que tipo de negócio pretende ter né…

Olha. antes de sair correndo e se desesperar eu tenho aqui alguns negócios que na maioria dos casos não a nem a necessidade de gastar montantes de dinheiro para iniciar, 20 negócios pra ser mais exato. Vamos lá?

Selecionamos 20 ideias de negócios em expansão que são muito populares nos dias de hoje (e, obviamente, são muito lucrativos).

.

1. Restaurante especializado em um nicho específico

Se você pensa em abrir um negócio na área de restaurantes, provavelmente sabe que existem milhares de opções já disponíveis no mercado. É por isso que o número de concorrentes é muito alto (e se distinguir dos outros não é uma tarefa fácil).

Portanto, se você pensa em um determinado segmento, as chances de sucesso são muito maiores, porque você terá um público específico e poderá definir todas as suas estratégias pensando nele, além de ter poucos concorrentes no mercado, isso consequentemente aumentará o seu resultado mediante a concorrência que geralmente não atende á esses públicos em especifico.

Para te ajudar, pensamos em alguns exemplos:

  • Seguimento vegetariano;
  • Comida vegana (sem ingredientes de origem animal);
  • Alimentos com baixas calorias;
  • Restaurante dietético para diabéticos;
  • Restaurante de saladas com ingredientes puramente orgânicos;

Você pode perceber que, em todos esses casos, há um público-alvo específico: pessoas que não comem carne, pessoas que possuem uma filosofia da vida vegana, pessoas que querem perder peso, pessoas com diabetes e pessoas que se preocupam com sua saúde e não querem consumir alimentos com transgênicos, por exemplo.

Essa é uma tendência muito importante no mercado de hoje: concentre-se na necessidade de um grupo de pessoas e sirva-os da melhor maneira possível.

2. Negócio de Vendas de Alimentos Congelados

Uma das melhores ideias de negócios para quem quer ser seu próprio chefe é a venda de alimentos congelados, especialmente quando se fala de refeições saudáveis, nutritivas e caseiras.

Pois Hoje, há uma grande preocupação com a qualidade dos alimentos que consumimos e, ao mesmo tempo, as pessoas querem opções práticas e rápidas (porque quase ninguém tem tempo para ficar cozinhando durante horas).

É por isso que a venda de alimentos congelados é uma excelente opção comercial. Se você tem a capacidade de cozinhar, esta é uma boa possibilidade, e pode começar com pouco investimento, até mesmo atraindo clientes do seu ambiente social.

3. Ter Seu Próprio Negócio de Food Truck

Você provavelmente já deve ter visto a princípio um Food Truck por aí, não é mesmo?

Esses veículos adaptados para produzir e vender alimentos nas ruas são muito populares e já fazem grande sucesso aqui no Brasil.

É uma ótima opção de negócio para quem quer empreender na área gastronômica. Principalmente na correria do dia a dia das grandes cidades, todos estão em busca de soluções fáceis e práticas de alimentação.

Seja para vender salgados, docinhos gourmet, macarrão na chapa ou até o velho e bom “podrão”, Food Trucks têm muitas chances de dar certo, aposte e inove com essa ideia!

E tente tornar seu negócio o mais especifico possível, por exemplo:

Um Food Truck que vende somente comida Vegetariana ou que venda Somente Lanches…

Tente Atrair determinados grupos específicos que seus resultados serão mais satisfatórios.

4. Maquiagem em casa

Você tem talento para a maquiagem? Sempre foi a pessoa que arruma todas as amigas para as festas? Já fez algum curso sobre o assunto? Ou até mesmo se você não tem nenhuma experiência nesse ramo, mas tem muita vontade em aprender.

Então uma excelente oportunidade pode ser a maquiagem em domicílio.

Para iniciar, você só precisa ter alguma prática e, claro, bons produtos de beleza (e uma ótima variedade para atender a todas as suas clientes).

Se tudo correr bem, você pode até abrir o seu próprio salão de beleza!

5. Manicure e pedicure

Se você tem um talento para fazer as unhas das mãos e dos pés, os serviços de manicure e pedicure podem ser uma excelente opção.

E Volto aqui a repetir, mesmo que você não tenha conhecimento, mas tenha muita força de vontade e visão para esse tipo de negócio, com certeza você tem grandes chances de ter um negócio lucrativo em suas mãos.

No entanto, é necessário que você faça um curso e tenha um pouco de prática antes de começar a atender seus clientes.

Os materiais são simples, como algodão, esmaltes, removedor de esmalte, lixas e alicates.

A grande vantagem é que este é um serviço que as pessoas realizam periodicamente: geralmente uma vez por semana ou a cada 15 dias.

É por isso que, depois de ter conseguido conquistar seus clientes, você sempre terá trabalho!

6. Criação de blog

Sou Suspeito para falar sobre esse negócio em especifico rsrs…

Criei meu primeiro em 2018 e, desde então, não parei mais.

Porque blogs são negócios lucrativos de verdade – e isso em um mar de concorrentes (as mais confiáveis estimativas falam em 200 milhões de blogs ativos atualmente).

Um blog é uma espécie de site de artigos, que pode ser utilizado para fins pessoais, acadêmicos, profissionais e empresariais, entre outros.

Marcas de todos os tamanhos se valem de blogs para oferecer conteúdo ao público, atrair clientes e construir uma imagem positiva na mente de consumidor.

Mas você pode criar um para ganhar dinheiro diretamente com ele.

Aliás, muita gente faz do blog a sua renda principal. Isso sem falar nos blogueiros famosos, que faturam até seis dígitos por mês.

Todos eles são prova de que blogs são negócios lucrativos.

Mas o mais incrível em se ter um blog é suas variadas formas de se monetizar e reter lucros, tanto como ativos, como também passivos.

Por exemplo, você pode faturar em um blog com a venda de publicidade. Conforme cresce em autoridade, mas as marcas vão se interessar em se aliar ao seu conteúdo.

Também pode oferecer serviços de consultoria através dele – basta dominar um conhecimento e ser visto como referência nele para conseguir clientes.

E não dá para esquecer dos infoprodutos.

Tanto você pode criar produtos digitais (como cursos ou ebooks) quanto pode se afiliar a infoprodutores, usar seu blog para divulgação e vendas, e receber uma comissão por isso.

Puxa vida, que legal! Mas como crio um blog?

Recomendo a leitura deste super post onde conto tudo sobre como ganhar dinheiro com blogs.

7. Com certeza uma Loja Virtual

Olha, é muito fácil dizer que… HÀ já existem várias lojas virtuais, como exatamente eu vou conseguir me posicionar com tantas lojas já dentro do mercado assim??

Leia Atentamente esse trecho a seguir que irei lhe explicar melhor o do porque de ter um negócio tão lucrativo quanto uma loja virtual

Só no Brasil, o faturamento do comércio eletrônico deve ser de quase R$ 80 bilhões em 2019 – um crescimento de 16%.

Já em todo o mundo, as receitas devem somar 3,4 trilhões de dólares neste ano.

Ou seja, é um mercado que envolve muito dinheiro e que permanece em alta, sem perspectiva de desacelerar.

É verdade que a concorrência é numerosa e que existem marcas gigantes disputando espaço.

Mas você pode atacar um nicho específico para se dar bem.

Aliás, esse é o primeiro passo: decidir o que vender.

Cada vez mais, o consumidor se vê atraído pela especialização.

Quem procura produtos para pets, por exemplo, tende a preferir a compra em um pet shop online em vez de uma grande loja de departamentos.

E para você ter uma ideia do que significa especialização, tem loja virtual até para a venda de minhocas.

Você também pode começar experimentando o terreno, vendendo produtos em um marketplace, por exemplo. Que inclusive pode até se tornar um ótimo empreendimento também, caso fique interessado em saber como ter uma estrutura montada em marketplaces nacionais,

São sites que concentram lojas menores, mas possibilitam a venda para todo o Brasil. Como Por Exemplo (Mercado Livre, Shopee, Aliexpress, Enjoei,etc…)

Até mesmo as grandes redes hoje já funcionam como marketplaces, o que garante uma excelente visibilidade para seus produtos. Como A Magazine Luiza, Lojas Americanas, etc…

Então, agora parece uma boa ideia criar uma loja virtual?

Tudo isso é muito importante, mas existe algo fundamental para colocar em prática:

Conhecimento em Marketing Digital, SEO, Fontes de Trafego ETC…

E foi pensando nisso que criei o Ebook de 8 Estratégias Para seu negócio online lucrar. E totalmente gratuito com vários assuntos e estratégias para você que quer iniciar seu negócio no marketing digital.

8. Consultoria de marketing digital

Communication flat icon. Department leaders, laptop, presentation, gear. Teamwork concept. Can be used for topics like leadership, unit, business, analysis

Agora se você já tem domínio no marketing digital ou até mesmo em um determinado seguimento do marketing e ainda não iniciou seu próprio negócio na internet é porque você realmente não quer ganhar dinheiro meu amigo(a).

Acredite! As empresas estão ansiosas pelo seu trabalho.

Mas antes de explicar essa afirmação, cabe entender o que faz um consultor de marketing digital.

Ele é o profissional que orienta marcas e empresas em suas estratégias de marketing na internet, identificando as melhores oportunidades e dando o suporte para o planejamento de ações que possibilitem a elas alcançar seus objetivos.

Esse consultor pode, por exemplo, ser um parceiro na definição dos investimentos em marketing, mapeando personas e apontando os canais mais indicados para garantir a presença online da marca.

Como eu disse antes, as empresas precisam desse serviço.

Em primeiro lugar, porque falta tempo, pessoas e expertise para conduzir a demanda internamente.

Em segundo, porque o marketing digital dá muito mais resultados e, em consequência, as empresas planejam concentrar 75% dos investimentos em marketing na web.

Ou seja, existe a demanda e o recurso disponível. Falta a elas apenas encontrar a consultoria ideal.

Que tal ser você a oferecer esse serviço?

Para saber mais sobre o que faz uma consultoria de marketing digital, recomendo a leitura deste artigo. (Deixar seu link para próximos posts de blog).

9. Importação de Produtos

Resultado de imagem para importação de produtos

A importação de produtos hoje, tem sido um grande seguimento explorado por alguns especialistas que geram muita renda através desse negócio muito lucrativo.

Mas você também pode ser o distribuidor que faz a ligação entre fornecedores e comerciantes.

De um jeito ou de outro, dá para se dar bem nesse mercado e faturar um bom dinheiro.

Um dos aspectos mais interessantes é justamente a diversidade de itens que você encontra a disposição em outros mercados.

Muitos deles podem fazer sucesso entre o público brasileiro, mesmo que as pessoas por aqui ainda não os conheçam.

Afinal, foi assim que muitos produtos da moda ingressaram no nosso território.

Você certamente lembra dos fidgets spinners. Em 2017, eles eram uma verdadeira febre, principalmente entre a criançada.

Venderam tanto que a chamaram a atenção do Departamento de Proteção ao Consumidor.

Uma boa prática, então, é estudar o mercado, identificar as necessidades do público e o que começa a fazer sucesso lá fora e pode cair no gosto também dos brasileiros.

Com uma boa pesquisa, você não fica refém da China como endereço de seus fornecedores.

Mas atenção: a importação de produtos precisa atender a uma série de regras.

Para conhecer todas elas, recomendo a leitura deste artigo do Sebrae, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.

10. Redação para Empresas

marketing de conteúdo é uma estratégia poderosa para toda e qualquer marca.

Serve para fortalecer sua imagem, construir autoridade, divulgar o negócio e atrair clientes.

O mais utilizado hoje por grandes influencers, por ai e que talvez você até conheça, então já da pra ter uma noção do que pode ser isso.

As empresas sabem disso.

Tanto que 78% dos executivos entrevistados pela DemandMetric acreditam que o futuro do marketing está no conteúdo personalizado e de valor.

A boa notícia para você que pensa em trabalhar com redação para empresas é que 64% terceirizam a produção de conteúdo.

Para profissionais qualificados, fica ainda melhor: só 23% estão satisfeitas com o conteúdo recebido.

Isso significa que aquele que tem reais habilidades com a escrita tem lugar garantido para fazer da atividade um dos negócios lucrativos de 2020.

Um redator pode tanto produzir artigos para o blog da empresa quanto materiais institucionais, além de e-books e textos para e-mails, anúncios e newsletters.

Para tanto, só precisa de um computador, conexão à internet e um CNPJ para emissão de notas fiscais.

11- Dropshipping

Resultado de imagem para dropshipping

No dropshipping, você atua como intermediário entre o fornecedor e o consumidor final. Diferentemente de uma loja virtual, seu negócio não possui estoque: os itens são comprados por encomenda assim que o cliente faz o pedido.

Mas por que alguém compraria de você se pode ir direto naquele que está com o produto?

Aí está o grande segredo do negócio: isso não acontece porque o consumidor não tem acesso ao fornecedor.

Ele precisa da figura do intermediário, pois, no dropshipping, os artigos à venda não são encontrados com facilidade no mercado.

Sua tarefa, então, é identificar produtos com potencial interesse do seu público, preferencialmente, junto a fornecedores fora do país.

Isso é basicamente uma loja virtual, mas, sem estoque.

12- Artesanato

Assim como o mercado de alimentação, o negócio de artesanato também tem possibilidades interessantes para quem está começando um negócio novo.

As opções de artesanatos são muitas, seja em tecido, plástico, madeira, e muitos outros materiais. Além de possibilidades de personalização, como no caso de cadernos e bordados.

Existem diversos tutoriais na internet de como fazer itens de artesanato. E muitos deles usam reaproveitamentos, o que diminui muito o seu custo de produção.

Depois que você decidir o que vender, pode usar a internet para potencializar suas vendas, é só caprichar nas fotos e começar a divulgar nas redes sociais, ou até mesmo em uma plataforma de e-commerce.

Este é um seguimento grande, tem muito a se explorar, vale muito a pena sim.

13. Clubes de assinatura

Resultado de imagem para clube de assinatura

Os clubes de assinatura continuam a todo vapor e expandindo cada vez mais seus segmentos — de livros até produtos eróticos.

Segundo a Associação Brasileira dos Clubes de Assinatura, em 2017, já havia 350 empresas no país. Todo mês, esses clubes enviam aos assinantes produtos do segmento em que atuam: itens para pets, alimentos saudáveis, cervejas, vinhos, queijos e roupas são alguns deles.

Segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCom), publicados em 2019 no Estado de Minas, o número de empreendimento desse tipo aumentou 167% nos últimos quatro anos. 

Na análise de Lidiane Oliveira, especialista em clubes de assinatura da plataforma Vindi, os brasileiros estão sentindo mais seguros com esse modelo de negócio e a adesão deve aumentar. 

Em entrevista ao Estado de Minas, ela ressalta o faturamento de 2018: cerca de R$ 1 bilhão, somando 800 clubes de assinatura ativos. 

Por que vale o investimento: o mercado dos clubes de assinatura não para de crescer, e a vantagem é que o empreendedor tem uma variedade de públicos segmentados nos quais pode apostar.

14. Mercado pet

Resultado de imagem para pet

Em 2018, o Brasil avançou da quarta posição para o segundo lugar no ranking dos maiores mercados pet do mundo. O setor deve fechar 2019 com faturamento de R$ 36,2 bilhões, de acordo com dados do Instituto Pet Brasil publicados na Época Negócios.

Vários tipos de negócios entram nesse mercado: pet shops, lojas especializadas, clínicas veterinárias, marcas de produtos e alimentos para animais.

Um dos segmentos em ascensão é o de pet food, que traz tendências como alimentação natural e caseira para cães e gatos.

Por que vale o investimento: a realidade é que sempre haverá demanda por esses produtos e serviços, já que o Brasil é um dos países com maior população de animais de estimação: eles somam 139,3 milhões, conforme dados de 2019 da Abinpet.

15. Construtechs

Resultado de imagem para construtechs

 

Depois das fintechs, é a vez das construtechs se destacarem no mercado de startups brasileiro. Isso porque, com a retomada do setor, os investimentos em tecnologia são urgentes para impulsionar os empreendimentos.

A perspectiva é de que a construção civil brasileira termine o ano com crescimento de 2%, em seu primeiro resultado positivo após várias quedas consecutivas, segundo dados do Sindicato da Indústria da Construção do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP) publicados na Istoé.

Apesar da recuperação tímida, as expectativas para 2020 são animadoras, graças ao retorno dos investimentos no mercado imobiliário, infraestrutura e obras domésticas.

Nesse cenário, já existem 562 construtechs em atividade (5% do ecossistema nacional), e o número deve aumentar para 8% do total de startups brasileiras em 2020, segundo dados da aceleradora Construtech Ventures publicados na Grandes Construções. 

Por que vale o investimento: o setor da construção civil é um terreno fértil para investimentos em novas tecnologias e precisará, com urgência, aumentar sua produtividade no próximo ano. 

16. Invista em ações na bolsa de valores

Engana-se quem pensa que é preciso ter uma grande quantia em dinheiro para investir na bolsa de valores.

Por outro lado, um erro comum é achar que qualquer um pode lucrar com ações só porque outros estão tendo sucesso nessa jornada.

O importante é ter um objetivo fixo para investir o dinheiro conscientemente e não levar prejuízo.

Além disso, é preciso estipular se o retorno precisa ser a curto, médio e longo prazo para investir na bolsa.

Dependendo da sua prioridade, existem algumas opções melhores que as outras.

O segredo do sucesso está no aprendizado, que deve ser contínuo.

Para começar, entenda mais sobre o processo em si e como investir na bolsa com pouco dinheiro com a leitura deste artigo.

17. Limpeza e Impermeabilização de Estofados e Móveis

Resultado de imagem para limpeza de estofados

Toda casa, apartamento, comércio, carro etc, precisa de limpeza, certo? Então faz sentido pensar que por esse motivo, sempre se precise de pessoal para limpeza, concorda?

O Ramo de Limpeza de Estofado é o negócio ideal para você que tem pouco dinheiro para começar e precisa de um retorno rápido. Pois Com apenas uma semana de trabalho nesse ramo você já consegue quitar todas as suas contas do mês e nunca mais trabalhar para os outros.

Você chega a lucrar mais de 400% em cada serviço e o mais incrível é a facilidade para fechar os orçamentos, pois você só precisa de um celular com whatsapp e o seu facebook e pronto, serviço fechado. Este ramo também é perfeito para quem precisa montar um negócio, mas ainda não pode sair do seu emprego atual. É fácil de fazer, baixo investimento e com retorno rápido.

18. Oportunidade de negócio: gestão de mídias sociais

 

Fazer a gestão de mídias sociais é uma oportunidade de negócio para quem conhece o marketing digital e tem facilidade de se comunicar com aquela linguagem que é própria de redes sociais como o Facebook, afinal, o Instagram, o Twitter e a nova rede social do TikTok app. Essa questão da linguagem é importante porque, nas mídias sociais, as conversas costumam ser bem informais e, muitas vezes, divertidas.

Embora exija tempo e esforço, obter esse conhecimento não requer um alto investimento, e é por isso que a gestão de mídias sociais entrou em nossa lista de ideias de negócios lucrativos

19. Oportunidade de Negócio: professor(a) particular

Resultado de imagem para professor particular

 

Saindo um pouco da produção de conteúdo, nossa lista de negócios lucrativos traz uma sugestão para quem gosta de ensinar: atuar como professor(a) particular. Talvez você tenha formação em áreas como Matemática, Física, Letras e tantas outras. Então está ai uma oportunidade de negócio para aproveitar.

As Pessoas Gostam de cursos online, há também quem prefira aprender com um professor particular. Claro, para que as pessoas encontrem você, é preciso fazer um bom trabalho de divulgação, e as redes sociais são ótimas ferramentas nesse sentido. Anunciar no Facebook e no Instagram, por exemplo, pode trazer a visibilidade necessária para você conseguir alunos.

Por isso, se você está atrás de ideias de negócios online, vale a pena considerar a possibilidade de trabalhar com aulas particulares na internet.

Conclusão

Bem, listei aqui para você 19 negócios lucrativos para você pode ter um norte maior sobre o que exatamente você poderá fazer.

Claro que para seguir a caminhada ao negócio lucrativo e caso você escolha trabalhar online, posso deixar aqui pra você uma fonte mais especifica de informação e conteúdo que pode te ajudar exatamente do zero.

Basta clicar na imagem abaixo e você será direcionado para seu primeiro passo para a construção do seu próprio negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *