O que é empreendedorismo E Como Empreender

O termo “empreendedorismo” e ou o termo “empreender” não são muito antigos assim, já a suas práticas são bem mais utilizadas há séculos.

Sua importância é de grande satisfação hoje e sempre. Esse é um termo utilizado cada vez mais para definir pessoas capazes de identificar problemas, oportunidades e encontrar soluções inovadoras.

Mas, não confunda um empreendedor como sempre um empresário, porque nem todo empreendedor é um empresário.

Vamos navegar um pouco nesse assunto hoje, sobre o que é empreendedorismo e também descobrir alguns aspectos em comum com empreendedores de sucesso.

Empreendedorismo? O que é isso Afinal?

Ilustrate Página

Empreendedorismo é a capacidade que uma pessoa tem de identificar problemas e oportunidades, desenvolver soluções e investir recursos na criação de algo positivo para a sociedade. Pode ser um negócio, um projeto ou mesmo um movimento que gere mudanças reais e impacto no cotidiano das pessoas.

Segundo o teórico Joseph Schumpeter, empreendedorismo está diretamente associado à inovação. Para Schumpeter, o empreendedor é o responsável pela realização de novas combinações. 

A introdução de um novo bem, a criação de um método de produção ou comercialização e até a abertura de novos mercados, são algumas atividades comuns do empreendedorismo. Isso significa que “a essência do empreendedorismo está na percepção e no aproveitamento das novas oportunidades no âmbito dos negócios”.

O Brasil apresenta grande potencial para o empreendedorismo. De acordo com A Global Entrepreneurship Monitor (GEM), a Taxa de Empreendedorismo Total no Brasil é de 38% (2018).

São 52 milhões de brasileiros se dedicando ao próprio negócio.

A pesquisa também mostra que, comparado com os países do BRICS, o Brasil apresenta a maior taxa. A China é o segundo colocado na listagem, com 26,7%.  Diante dos outros 49 países listados em todo levantamento, o Brasil segue bem posicionado.  

O que é ser um Empreendedor?

Vimos umpouco sobre o que é empreendedorismo, eu irei lhe falar mais sobre, como ser um empreendedor.

Algumas pessoas entendem como empreendedor quem começa algo novo, que tem visão de oportunidades que ninguém viu até o momento.

Em outras palavras, é uma pessoa que tem ação, que deixa de viver na sua zona de conforto, para de simplesmente só sonhar e parte para ação.

Portanto, um empreendedor é um realizador que coloca em prática novas ideias, por meio de criatividade. Isso muitas vezes significa mudar tudo o que já existe.

Você por algum acaso já ouviu falar de pessoas que transformam uma crise em grandes oportunidades? Pessoas que tem o poder de influenciar os outros simplesmente com suas ideias?

Esse tipo de pessoa é, e pode ser sim considerado um Empreendedor de Sucesso.

E isso é algo incrível, pois, nós brasileiros temos essa característica de transformar crises em sucessos, é quase que algo em nosso sangue rsrs.

Dados do Relatório de Empreendedorismo no Brasil de 2018, mostram que houve um aumento no número de pessoas que empreendem por oportunidade. 

De acordo com o levantamento, 61,8% dos empreendedores abriram o próprio negócio porque identificaram uma oportunidade.

O dado é o maior desde 2014, quando atingiu a marca de 70,6%. Enquanto isso, a necessidade tem influenciado cada vez menos a decisão de empreender.

O índice caiu para 37,5% em 2018. A menor taxa desde 2014. 

A pesquisa também mostra que houve um crescimento no número de jovens empreendedores. De 2017 para 2018, a participação de pessoas de 18 a 24 anos subiu de 18,9% para 22,2%. 

um método de produção ou comercialização e até a abertura de novos mercados, são Características de um Empreendedor.

Eu Você, todos neste mundo, não nascemos empreendedores, é simplesmente o contato social e estudos que favorecem o desenvolvimento de talentos e características na personalidade, que podem ser fortalecidos ao longo da vida.

Os contatos e referências é que irão nos influenciar diretamente no nível de empreendedorismo de uma pessoa, já que um empreendedor é um ser social.

Veja alguns comportamentos compartilhados entre os perfis de empreendedores.

  • Otimismo: não confunda otimista com sonhador. O otimista sempre espera o melhor e acredita que tudo vai dar certo no final, mas faz de tudo para chegar aos seus objetivos. Isso inclui, claro, mudanças em seu negócio. Já o sonhador não enxerga riscos, e mesmo que seu negócio esteja falindo, continua fazendo a mesma coisa por acreditar cegamente que basta sonhar para realizar.
  • Autoconfiança: acreditar em si mesmo é fundamental para valorizar seus próprios talentos e defender suas opiniões. Assim, esse tipo de empreendedor costuma arriscar mais.
  • Coragem: sem temer fracasso e rejeição, um empreendedor faz tudo o que for necessário para ser bem sucedido. Essa característica não impede que sejam cautelosos e precavidos contra o risco, mas os faz entender a possibilidade de falhar.
  • Persistência e resiliência: motivado, convicto e entusiasmado, um bom empreendedor pode resistir a todos os obstáculos até que as coisas finalmente entrem nos eixos. Ele não desiste facilmente, supera desafios e segue até o fim, sempre perseverante.
  • Busca de oportunidades e iniciativa: capacidade de antever-se aos fatos e criar novas oportunidades de negócios, desenvolver novos produtos e serviços, propor soluções inovadoras.

Os que reúnem esses tipos de características já se encontram em plena vantagem quando o assunto é empreendedorismo, mas isso não é o suficiente.

A busca pelo Sucesso como um empreendedor, em alguma atividade é fundamental ter uma boa estruturação do plano estratégico, investir bem no planejamento e no plano de negócios.

O empreendedorismo no Brasil

O empreendedorismo no Brasil é a chave para que empresas possam sair da crise econômica.

É isso que diversos empresários e especialistas no assunto repetem incansavelmente em suas entrevistas e opiniões.

Segundo o governo federal, surgem cerca de 600 mil empreendimentos por ano no Brasil – resultando em mais de 1,5 milhão de microempreendedores no âmbito nacional atualmente.

Por aqui, o ato de empreender deu um salvo a partir dos anos 90 com o incentivo de organizações da indústria e dos serviços.

De acordo com o estudo GEM (Global Entrepreneurship Monitor), realizado no Brasil pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e pelo IBQP (Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade), o Brasil se encontra topo do ranking no quesito abertura de novos empreendimentos, segundo dados de 2014/2015, inclusive ficando à frente de países como Argentina, México e dos países do BRICS .

Para termos uma melhor ideia da importância do empreendedorismo no Brasil, só na última década a quantidade de pessoas economicamente ativas que criaram o seu próprio negócio saltou de 23% para 34,5%. Ou seja: 1 a cada 3 pessoas economicamente ativas são donas do seu próprio negócio no Brasil, segundo dados do GEM.

Por aqui há, basicamente, dois tipos de empreendedor: o de necessidade e o de oportunidade.

Empreendedor Pela Necessidade

Surge da urgência de se criar uma renda. Feito sem planejamento, na maior parte das vezes resulta em falência em pouco tempo.

O empreendedor Pela Oportunidade

Este é o tipo de empreendedor que tem um maior aproveitamento estratégico, estudos e sua própria estrutura, oque garante a ele um tempo maior de vide e consequentemente mais resultados.

Como Por Exemplo, as startups. Empresas altamente focadas em inovação e com potencial enorme de crescimento.

De acordo com o Startup Ranking, o Brasil atualmente é o 8º mais bem colocado na quantidade de empresas em todo o mundo. A Associação Brasileira de Startups (Absartups) aponta que há mais de 4.000 startups no país, guiadas por mais de 40.000 empreendedores.

Empreendedorismo social

Quando o objetivo principal do empreendedor ao colocar sua ideia em prática não é o lucro, mas sim uma melhoria na sociedade, sua atividade é classificada como empreendedorismo social.

Meio ambiente, educação e saúde são algumas das áreas em que o empreendedorismo social pode se desenvolver.

O que delimita o empreendedorismo social é que a inovação precisa vir acompanhada pela aplicação do conceito de responsabilidade social. Porém, apesar de ser guiado por uma causa, o empreendedor social atua com fins lucrativos.

É nesse aspecto que ele difere de uma Organização Não Governamental (ONG).

Poderíamos citar como exemplo de empreendedorismo social uma marca que capacita artesãos de uma determinada comunidade. Esta marca visa a profissionalização de suas atividades tradicionais abrindo mercados para os produtos fabricados após adquiri-los por preços justos.

Empreendedorismo No Meio digital

O empreendedorismo digital utiliza a internet como plataforma de negócios para oferecer produtos ou serviços diferenciados após a identificação de um nicho de mercado.

O termo pode ser aplicado a sites, blogues, páginas em redes sociais, canais no Youtube ou mesmo newsletters enviados por e-mail, desde que visem gerar lucro. Se quiser saber como ganhar dinheiro com blogs clique aqui para ser direcionado para o nosso artigo sobre blogs

A inovação que caracteriza o empreendedorismo digital não precisa necessariamente estar vinculada à criação de uma nova empresa.

Uma marca já estabelecida pode empreender digitalmente se expandir seu negócio criando uma plataforma de e-commerce, por exemplo.

Como Ser um Empreendedor

1.   Encontre sua paixão

Antes de tudo, descubra os segmentos em que você gostaria de empreender. É importante, que você seja realista: eleja setores em que suas habilidades e pontos fortes podem ajudar você a conquistar o sucesso. Do contrário, você pode se arrepender de ter largado o emprego.

2.   Valide sua ideia

Além do seu realismo, você precisa descobrir se, realmente, sua ideia é viável. Para isso, você precisa validar seu negócio, conversando com seu público-alvo. Nessa pesquisa de campo, é bem possível que uma parte do seu projeto mude, pois o que você pensou pode ser diferente da opinião dos clientes. Sem problemas: ajuste o que for necessário e siga para o próximo passo.

 

3. Se desafie

Caso você queira se tornar um empreendedor de sucesso, precisa se desafiar. Ninguém mais vai te pressionar, então você mesmo precisa fazer isso.

Desafios mantém os empreendedores ágeis e na linha. Se você está constantemente procurando pelo próximo desafio, estará sempre preparado para o que está por vir.

Considere este exemplo:

Você está indo para a academia para malhar a parte superior do seu corpo, lá você começa a malhar os bíceps usando um peso de 5kg. Pode parecer bem pesado no início, mas assim que você se fortalecer, ficará mais fácil.

Você pararia aí? Não!

Agora é hora de malhar os bíceps com um peso de 10kg. Assim que você estiver acostumado com o peso de 10kg, voltar para o peso de 5kg vai parecer fácil.

Se desafiar com tarefas novas e difíceis farão suas outras tarefas parecerem mais simples.

Exatamente como o peso de 5kg parece mais leve depois que você passa a levantar o peso de 10kg.

Como um empreendedor, você sempre tem que estar procurando pelo próximo grande desafio.

4. Visualize seus objetivos

Essa dica é menos abstrata do que você pensa, então tenha paciência.

Quando eu recomendo que os empreendedores visualizem seus objetivos, eu não quero que fechem os olhos e vejam o objetivo na frente deles.

O que eu quero que você faça para visualizar seu objetivo é defini-lo tão claramente que pareça real e tangível.

Por exemplo, qual desses é mais realizável:

  1. Eu quero me tornar um empreendedor de sucesso.
  2. Eu irei me tornar um empreendedor de sucesso ao começar um negócio que resolve um problema para esse nicho específico do meu público.

O segundo, certo?

Quando você consegue articular claramente e visualizar seu objetivo, ele se torna mais alcançável.

Há muitas formas de visualizar seu objetivo se você não tem certeza de como começar. Você pode escrevê-lo ou desenhá-lo.

Você pode contar para alguém, como um amigo ou parceiro de negócio, ou pode tirar fotos que representem seu objetivo. Use seus pontos fortes.

Quando você pergunta para um empreendedor de sucesso qual é o objetivo deles, eles podem te contar em grandes detalhes o que estão trabalhando para alcançar

5. Tenha Ação

Conversa só atrasa a ação. Empreendedores de sucesso agem.

É fácil se enrolar em planejamento, considerar falhas em potencial, discussão de fundos e conversas em encontros com os membros do conselho. Se tudo que você faz é falar, não vai conseguir realizar nada.

Em algum ponto, você precisa parar com a conversa e fazer algo acontecer.

Conclusão

A busca pela grande oportunidade é disputada, mas nunca deixe que isso se torne uma barreira para o seu sucesso.

Faça o download do nosso Ebook Gratuito 8 Estratégias para iniciar seu negócio do zero, basta clicar na imagem abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *